Existem muitas atitudes que definem o ser humano. Responsabilidade, ser cuidadoso, que seja respeitado pelo seu modo de agir, entre outros.

Por incrível que pareça, em algumas épocas do ano, alguns desses valores humanos são perdidos.

E repetimos, são as atitudes que nos definem na frente dos outros.

Por que dizemos isso?

Imagine esta situação:

É inconcebível pensar que uma pessoa normal alimentaria seu filho com uma sacola plástica, certo? E seria até violento pensar desse jeito? E se fosse o caso que um pai alimentasse assim o filho de outro pai ou mãe?

É igualmente inconcebível. Uma pessoa em sã consciência nunca faria isso. Ele seria um sádico e até um assassino com total segurança.

Você está imaginando onde queremos chegar?

Vamos tornar esse problema um problema local, mesmo que se aplique a qualquer parte do mundo.

Tomemos o caso da nossa cidade de Bombinhas, no estado de Santa Catarina, Brasil.

Aqui vivem milhares de “famílias” que não são humanas. “Famílias com crianças.” Eles são verdadeiras comunidades que têm direitos como nós.

Eles são geralmente conhecidos como “Espécies” … “Espécies Nativas” na região.

Aqui em Bombinhas temos: mamíferos, anfíbios, pássaros, insetos, peixes e répteis.

E, de fato, assim como nós, eles sofrem com o comportamento daqueles ao seu redor em seu habitat.

Se lembra da situação que definimos algumas linhas acima?

Peço que você adicione à sua imaginação o caso que acontece com uma das espécies mais queridas da região: a Chelonioidea. Se achar melhor … simplificamos: A Tartaruga Marinha de Bombinhas.

No caso desses belos animais, um de seus pratos favoritos é a água-viva e outros plânctons de geléia … E adivinhe como é a comida dessas lindas tartarugas?

Coincidentemente: bem similares a sacolinhas plásticas.

Assim, voltamos ao tema do início deste artigo … Se nossa atitude é digna de uma pessoa “Responsável”, imagine o que devemos fazer ao visitar qualquer cidade litorânea, especificamente com o lixo que geramos enquanto aproveitamos as belas praias.

Há sempre Lixeiras, convenientemente localizadas para descartar todos os tipos de resíduos. Mesmo que vejamos um saco de plástico ou papel, não importa se não é nosso: TODOS COLABORAMOS em manter as praias limpas, para que o lixo não vá para o mar. Porque podemos causar com certeza absoluta, um distúrbio no ambiente que não beneficia ninguém, especialmente as espécies nativas da área que visitamos. Eles não têm como reclamar da nossa irresponsabilidade. Eles consomem tudo o que parece comida.

Os seres teoricamente inteligentes são humanos. Então, vamos mostrar nossa excelente atitude e respeito pela vida dos outros.

Se achou interessante esta reflexão, pode compartilhá-la com seus amigos e familiares.

Open chat
1
Olá !
Em que posso lhe ajudar?